O ano do avesso

By 10 de dezembro de 2016Pensamentos

Adoro inícios, seja do que for, inicio de semana, inicio de amizade, de rolo, de livro. Sei lá, parece que o início te enche de energias para seguir em frente. Mas início do ano é diferente, parece que Deus vem baixinho no ouvido e diz: “Vai pequena, você tem 365 novos dias para conquistas novos objetivos, novos sorrisos e renovar seus sonhos”.

Nunca fui de fazer listinhas de desejos pro ano que está chegando, sempre achei frustrante chegar em dezembro e ver que não fui à academia como prometido, continuei ansiosa, vi que não li todos os livros que queria, não fui para todos os lugares que pretendia e que continuei chorando por bobeiras e por ai vai.

Por isso, quero começar 2017 desejando TUDO. Quero que venha novamente os pesos da vida, para eu poder lidar como aprendi que tem que ser, quero que venha também os dias tristes, para as gargalhadas nos dias felizes serem mais verdadeiras e infinitas, quero que a saudade aperte, para quando for saciada, ser inesquecível ou para que os momentos de lembrança e nostalgia, me façam sair feliz e aliviada. Quero que venha o que tiver de vir e que vá também o que tiver de ir, sem neuras.

Pessimista? Que nada! A gente aprende errando e se não fossem os tapas na cara da vida não saberíamos aproveitar cada segundo os sábados de sol, os feriados de chuva com vários filmes e livros, cada KM na estrada pra rever pessoas especiais.

Ai entra o trecho de uma citação do meu amigo Carlos Drummond de Andrade que é fenomenal:

“Quem teve a ideia de cortar o tempo em fatias, a que se deu o nome de ano, foi um indivíduo genial. Industrializou a esperança, fazendo-a funcionar no limite da exaustão. 
Doze meses dão para qualquer ser humano se cansar e entregar os pontos. Aí entra o milagre da renovação e tudo começa outra vez com outro número e outra vontade de acreditar que daqui para adiante vai ser diferente”.

Para curtir livre cada dia é preciso desapegar de tudo que é tóxico e que lhe faz mal, a ansiedade principalmente. Não dá pra querer prever o futuro. O que tiver de acontecer no próximo ano vai acontece e ponto, queira você ou não. Então é melhor estar preparado. E sempre vale trocar aquela ideia com o cara lá de cima: Ó Deus, que seja feita sua vontade em minha vida, mas se em algum momento a sua vontade for diferente da minha, ok, siga seus planos e me dê forças para aceitar.

Que 2017 venha bagunçando geral, virando tudo de pernas pro ar, acelerando o coração, fazendo as pernas tremerem e as bochechas ficarem doloridas de tanto sorrirem. Vem sem planos, sem regras, sem conceitos e que vire a vida ao avesso, afinal o avesso sempre é o lado mais divertido mesmo.

Leave a Reply